ATIVO AMBIENTAL

 

Considera-se ativo ambiental todos os bens e direitos destinados ou provenientes da atividade de gerenciamento ambiental.

 

De acordo com o IBRACON - NPA 11 - compõem os ativos ambientais:

"o imobilizado no que se refere aos equipamentos adquiridos, visando a eliminação ou redução de agentes poluentes, com vida útil superior a um ano; e os gastos com pesquisas e desenvolvimento de tecnologias a médio e longo prazos, constituindo, a rigor, valores integrantes do ativo diferido (se envolverem benefícios e ação que se reflitam por exercícios futuros). Também integram o ativo ambiental, os estoque, quando relacionados com insumos do processo de eliminação dos níveis de poluição; componentes representados por empregos e impostos gerados; e obras de infra-estrutura local, escolas, creches, áreas verdes e ajardinadas, que busquem o desenvolvimento e a valorização da região e que, eliminando o passivo ambiental, a empresa produz ativos no local".

Os ativos ambientais podem estar na forma de capital de giro ou capital fixo.

 

ATIVOS EM GIRO

 

O capital de giro – também chamado capital circulante - é o valor despendido para a execução da atividade-fim econômica da empresa, sendo constituído por:

 

1. Disponibilidades;

2. Bens e Direitos realizáveis a curto e longo prazo.

 

Exemplos de ativos ambientais de giro:

 

a) na conta disponibilidades – registro dos valores oriundos da geração de rendimentos ambientais;

 

b) nos ativos realizáveis a curto e longo prazo – estoques relacionados com insumos do sistema de gerenciamento ambiental ou com produtos reaproveitados do processo operacional.

 

ATIVOS FIXOS

 

No capital fixo as contas ambientais podem constituir-se em:

 

a) Investimentos: participação societária em empresas ecologicamente responsáveis.

 

b) Imobilizado: bens destinados à manutenção do gerenciamento ambiental – tais como: sistemas de controle de resíduos, filtros de ar, instalações e equipamentos da estação de tratamento de efluentes, entre outros.

 

c) Diferido: dispêndios ocorridos em desenvolvimento e obtenção de tecnologias de produção e gerenciamento que beneficiarão exercícios futuros, como os estudos e planos de implantação de gerenciamento ambiental (normas ISO 14000).

 

Nota:

 

Normas ISO 14.000 – Sistema de Gestão Ambiental - a série ISO 14.000 foi elaborada pela International Organization for Standardization - (ISO), sediada na Suíça, que elabora normas internacionais. Trata-se de um conjunto de normas técnicas internacionais referentes a métodos e análises, que possibilitam certificar que determinado produto, durante todo o seu ciclo de vida (produção, distribuição, utilização ou consumo e descarte), bem como a organização que o produziu: a) não proporcionam, ou reduzem ao mínimo, os danos ambientais; e b) estejam de acordo com a legislação ambiental.

Pontos retirados da Obra Contabilidade Ambiental para adquiri-la clique aqui.

Contabilidade Ambiental

Assuntos relacionados: Créditos de Pis e Cofins - Alíquota Zero, Suspensão, Isenção e Não Incidência | Como planejar o ISS

 

Veja também outros cursos previstos para São Paulo | Belo Horizonte | Curitiba | Rio de Janeiro | Cadastre-se


Auditoria Interna | Formação de Auditores Internos Auditoria Gerencial | Amostragem em Auditoria | Auditoria Trabalhista | Auditoria Tributária | Auditoria Contábil | Auditoria Fiscal de ICMS | Auditoria em Terceiros | Relatórios de Auditoria | Auditoria de Balanço | Auditoria de Custos | Auditoria - Teoria e prática | Gestão Tributária  | Planejamento Tributário | IRPF | Como Calcular Lucro Real | IRPJ - Lucro Real | IRPJ - Lucro Presumido | ICMS | CSLL | Super Simples | IPI | PIS/COFINS | Economia de Tributária | Fechamento de BalançoContabilidade Tributária | Demonstrações Financeiras | Reduza as dívidas Previdenciárias | Gestão Fiscal | Créditos do PIS e COFINS | Obras contábeis | Informações Tributárias | Informações Trabalhistas | Informações Contábeis